Feeds:
Posts
Comentários

Archive for dezembro \30\UTC 2012

Estamos aqui para ajudar um ao outro a progredir. Precisamos tomar conta uns dos outros como filhos do Senhor. O Presidente Gordon B. Hinckley disse: “Estou convencido de que perderemos muito pouco daqueles que se filiam à Igreja se cuidarmos deles”. (“Encontrem as Ovelhas e Apascentem-nas”, A Liahona, julho de 1999, p. 123)

Quando há membros novos entre nós, temos a responsabilidade de fazer tudo o que pudermos para sermos amigáveis e prestativos. Eles talvez não se sintam à vontade. Devemos fazer com que se sintam em casa. Isso se chama integração. Integração significa encorajar e ajudar uns aos outros a desfrutar todas as bênçãos do evangelho, mostrar bondade e cortesia, trocar experiências, prestar serviço e demonstrar amor. Integramos as pessoas quando somos bons amigos e vizinhos.

A Igreja ajuda-nos a fazer isso de várias formas. Há programas como o das professoras visitantes e mestres familiares que nos incentivam a servir uns aos outros. Há também reuniões em que podemos nos confraternizar, além de instruções que nos ajudam a expressar corretamente nosso amor e preocupação.

Devemos também preocupar-nos com aquelas famílias onde talvez haja um pai, uma mãe, um filho ou filha que não seja membro da igreja. Essas famílias precisam de nós. Integrando-os e mostrando a eles nossa compreensão e amor, podemos ajudá-los a serem mais unidos no evangelho.

Anúncios

Read Full Post »

“Os missionários de tempo integral continuarão a fazer o melhor que puderem; mas não seria melhor se vocês e eu nos oferecêssemos para fazer um trabalho que deveria ser nosso?” L. Tom Perry, “Trazei Almas a Mim,” Conferência Geral de abril de 2009

 

D&C133.38

Read Full Post »

Podemos apresentar a Igreja aos outros, convidando-os a participar conosco de atividades na igreja. Podemos programar uma noite familiar especial com outra família e convidar os missionários para participarem. Devíamos convidar nossos amigos e parentes não-membros a assistirem às reuniões conosco. Dessa forma poderão conhecer a respeito da Igreja e decidir se querem saber mais.

A irmã Villafranca, de San Fernando, México, convidou 50 pessoas para assistir a uma Escola Dominical especial realizada pelos missionários em sua casa de um só cômodo. Depois da reunião, todos foram convidados a ficar para a primeira palestra. Diversas pessoas foram batizadas mais tarde, e dentro de seis anos, havia um ramo com 200 membros em San Fernando.(Ver Glenn V. Bird, “Miracle at San Fernando,” New Era, janeiro de 1977, pp. 28–29.)

Read Full Post »

“Não há maior chamado ou trabalho do que “[fazer] discípulos de todas as nações, batizando-as em nome do Pai, e do Filho, e do Espírito Santo”Brent H. Nielson, “Um Chamado para a Nova Geração”, Conferência Geral de outubro de 2009.

D&C426

Read Full Post »

O Élder Adney Y. Komatsu, disse:

“Muitos de vocês que aqui estão são os primeiros de sua família a entrar na Igreja. Vocês são verdadeiramente os pioneiros de sua família. (…)

Ao falarem sobre os princípios do evangelho com seus pais, amigos e vizinhos, não se sintam desencorajados ao verem que eles não escutam ou não entendem o que você está tentando ensinar-lhes. Sejamos pacientes e lembremo-nos de que nossos pais, irmãos, irmãs e amigos são pessoas muito importantes em nossa vida. Nós os amamos e queremos o melhor para eles, ou seja, o evangelho de Jesus Cristo. Nossa felicidade pessoal e alegria neste mundo e no mundo futuro inclui a exaltação familiar.

Se você for solteiro e ainda estiver vivendo com seus pais e irmãos, e eles não aceitarem o seu novo modo de vida, continue a respeitá-los, amá-los, e, pelo exemplo, mostre-lhes as belas verdades do evangelho”. (Conference Report, Korea Area Conference, 1977, p.4)

O trabalho missionário não é feito para a nossa glória. Devemos amar as pessoas que queremos ajudar. Devemos oferecer-lhes a nossa amizade sincera e duradoura, mesmo que não aceitem o evangelho ou levem muitos anos para fazê-lo.

Read Full Post »

Older Posts »