Feeds:
Posts
Comentários

Archive for novembro \24\UTC 2012

O Bispo Victor Nogales, da ala Parque Chacabuco, Estaca Buenos Aires Argentina Congresso, ao lado do quadro de avisos mostrando todos os jovens da sua ala, inclusive os 19 que estão atualmente servindo missões.

O Bispo Victor Nogales, da ala Parque Chacabuco, Estaca Buenos Aires Argentina Congresso, senta-se à frente de um quadro de avisos com as fotografias de 37 rapazes e moças de sua ala. Quando um deles sai para uma missão, ele coloca uma anotação próxima à foto.

“Meus jovens ficam muito contentes quando entram na minha sala e veem as fotografias e as anotações junto ao nome”, disse ele. “Isso os motiva a se prepararem para sua própria missão.”

Esta ala em Buenos Aires é um exemplo do espírito da obra missionária. Desde o início de 2012, 19 jovens — 14 deles conversos — deixaram seu lar e família para servir uma missão de tempo integral em oito países. Mais de 80 por cento dos jovens qualificados comprometeram-se a servir uma missão.

Nos últimos anos os Irmãos fizeram vários pedidos para que mais jovens servissem uma missão. Hoje em dia muitas famílias e líderes da Igreja estão colocando em prática essas mensagens em sua vida e estabelecendo uma forte tradição de serviço missionário em suas áreas. (mais…)

Read Full Post »

Os jovens adultos da Igreja têm sentido alegria em servir como jovens missionários de serviço.

Como os 55.410 missionários de proselitismo da Igreja de Jesus Cristo dos Santos dos Últimos Dias do mundo inteiro, o Élder Ernesto Sarabia usava um crachá missionário preto todos os dias de sua missão. Mas de certa forma, sua designação de missão foi diferente da de muitas outras pessoas — o Élder Sarabia serviu como missionário de serviço da Igreja.

Por motivos médicos, o Élder Sarabia não pôde servir uma missão de proselitismo de tempo integral. Por um ano, ele insistiu em ir e enviou seus papéis várias vezes. Mas a resposta foi sempre a mesma.

“Reconhecemos que pode não ser uma medida sábia, para alguns de nossos rapazes e moças, enfrentarem os rigores e desafios de uma missão de tempo integral”, disse o Élder M. Russell Ballard, do Quórum dos Doze Apóstolos. Mas isso, disse ele, não significa que eles não podem participar das bênçãos do serviço missionário. Ele continuou: “Se os líderes do sacerdócio liberarem alguns de vocês do serviço missionário de tempo integral, pedimos a vocês e a sua família que aceitem a decisão e sigam em frente. Vocês podem preparar-se para participar das ordenanças salvadoras do templo e buscar outras maneiras de servir”.

E isso foi exatamente o que o Élder Sarabia fez.

Depois de explicar seu desejo de servir às autoridades de área, o Élder Sarabia ficou sabendo sobre o programa de missionário de serviço (JMSI). Como missionário de serviço, o Élder Sarabia foi designado para ser assistente no escritório da Missão México Hermosillo.

Para as irmãs e irmãos que, por motivos físicos, mentais ou emocionais são honrosamente isentos de servir em missões de proselitismo de tempo integral ou para aqueles que precisam voltar para casa mais cedo de suas responsabilidades de proselitismo devido a dificuldades semelhantes, o programa JMSI fornece experiências de missão que edificam a fé, fortalecem o testemunho e melhoram a capacidade e habilidades por meio de serviço significativo para outras pessoas e para a Igreja. Atualmente há 22.299 missionários de serviço da Igreja, sendo que centenas deles são do programa JMSI. (mais…)

Read Full Post »

O que você pode fazer para ter mais caridade?

“Por amor, um menino de treze anos do Arizona empenhou-se até o limite de suas forças para que seu amigo, que tem paralisia cerebral, pudesse participar com ele de um triatlo.”

Read Full Post »

Servindo aos missionários e membros em suas áreas, os missionários de saúde encontram uma série de desafios, da nutrição à higiene e de doenças a partos.

Somos hoje, conclamados a servir,
e a pregar o Rei Jesus,
Dando ao mundo nosso testemunho,
proclamamos Sua luz.

Os versos de abertura do conhecido hino “Chamados a Servir“ ( Hinos , no. 166), evocam a imagem de missionários de proselitismo de camisas brancas e gravatas com plaquetas pretas, uma imagem que vem à mente de muitos membros da Igreja quando eles ouvem a palavra “missionário”.

Menos conhecidos, os médicos e enfermeiros missionários da Igreja — homens e mulheres com formação médica chamados para coordenar a saúde dos missionários de proselitismo pelo mundo todo.

Eles podem não ser chamados para pregar o evangelho, mas ao ministrarem saúde aos missionários e pessoas em suas áreas, cumprem o chamado de proclamar o amor de Deus a Seus filhos e, em contrapartida, eles mesmos sentem esse amor. (mais…)

Read Full Post »

Antes de preencher sua “Recomendação de Missionários de Tempo Integral” você precisara preencher alguns requisitos médicos que irão identificar sua capacidade física de servir no campo.

Abaixo segue algumas explicações sobre estes tópicos na recomendação missionária:

  • Histórico Médico do Candidato a Missão

Esta é uma seção que você vai preencher sozinho ou com a ajuda de seus pais. Será pedido que especifique se tem atualmente, ou teve, ou nunca teve cerca de 50 diferentes condições médicas, incluindo: ferimentos graves, várias doenças, alergias, convulsões, diabetes, asma, tatuagens, doenças de pele, dores de cabeça, insônia, tumores, câncer, deficiências de aprendizado, instabilidade emocional, foi vítima de abuso, usou drogas ilegais, etc. Você terá que responder a todas as perguntas, honestamente.

  • Avaliação Médica

Esta seção do formulário de recomendação para a missão será preenchido por seu médico. O médico irá anotar a sua altura, peso e pressão arterial. Ele vai fazer um exame de urina e vários testes: testes de sangue, um teste de tuberculose, etc. O médico irá preencher as datas de vacinação (tríplice viral, poliomielite, hepatite A e B), e dar um relatório global das condições físicas do candidato (a avaliação do médico da sua capacidade de servir) e anotar todas as limitações físicas ou médicas. Esta parte do formulário é concluída com a assinatura do médico, nome, endereço e outras informações de contato.

  • Avaliação Odontológica do Candidato a Missão

Todos os candidatos a missionários precisam passar por um exame da cavidade oral e ter todas as seções do formulário correspondente a esta etapa preenchido pelo seu dentista. Todos os tratamentos dentários, incluindo o tratamento ortodôntico (aparelhos dentários), devem ser concluídos antes de um missionário em perspectiva começar a servir. (Usar um aparelho de contenção não é considerado tratamento ativo.) é aconselhável que você comece a fazer seu tratamento dentário com pelo menos seis meses de antecedência da data em que deseja começara servir, para permitir tempo suficiente para completar todos os tratamentos dentários, se não terá que adiar sua recomendação. O dentista terá de se certificar que você estará livre de problemas dentários durante os próximos dois anos (assumindo que uma boa higiene oral seja praticada). Para muitos missionários, isso significa ter os dentes do siso removido antes de ir para a missão.

Recentemente o Élder Engstrom, Secretário Executivo da Área Brasil, informou aos Presidentes de Estaca que tem recebido muitas solicitações dos presidentes de missão sobre um assunto que afeta alguns missionários. Uma grande preocupação é que este é um assunto que interfere no trabalho missionário e deve ser corrigido. Leia com atenção, na íntegra, a solicitação da Presidência de Área:

“Alguns missionários chegam ao campo missionário com problemas dentários que não foram tratados anteriormente.  Especificamente, alguns dos missionários têm aparelhos dentários ou vão necessitar colocar esses aparelhos enquanto servindo como missionários.  Se um missionário tiver aparelhos dentários, ele terá que ir ao dentista frequentemente para ajustar os aparelhos.  Consequentemente, ele e seu companheiro terão que suspender seu trabalho missionário para comparecer ao dentista.  O assunto fica mais complicado quando o missionário é transferido para outra área na missão. Um dos requisitos para servir como missionário é que o missionário tenha uma boa saúde que o permita servir sem interrupção.  Se um missionário tiver aparelhos dentários ou for necessário a colocação desses aparelhos num futuro prévio, ele não atende esse requisito. Por conseguinte, pedimos aos presidentes de estaca que falem com os bispos para ensinarem aos membros sobre esse assunto importante.  Também, pedimos aos presidentes que examinem todos os relatórios dentários que recebem dos missionários em perspectiva para confirmar se eles atendem esse requisito.  Se um missionário em perspectiva não atender esse requisito, peça a ele que complete todos os tratamentos dentários antes de submeter o chamado de servir uma missão.  Sendo assim, ele e seu companheiro no campo missionário vão poder servir sem interrupção. ” 

Se um missionário tiver aparelhos dentários ou for necessário a colocação desses aparelhos num futuro prévio, ele não atende esse requisito.” – Élder Engstrom, Secretário Executivo da Área Brasil

[Com relação à segurança da saúde, é requerido que todos os missionários sejam assegurados. Além de fornecer um plano de saúde para todos os missionários, a Igreja também tem cerca de 80 médicos de tempo integral em todo o mundo que trabalham especificamente com os missionários e cerca de 200 enfermeiras.]

Read Full Post »

Older Posts »